Refazenda
Refazenda
Com Sidney Correa

Emoção e festa na premiação da Corrida Digital de Bonito

11/09/2020 09h10

Fonte: Redação

Hoje foi dia celebrar o sucesso da Corrida Digital de Bonito com a premiação dos competidores que conquistaram as primeiras colocações. As provas foram disputadas entre os dias 4 e 6 de setembro na Via Bonito. A entrega aconteceu ao vivo durante o programa Balanço Geral marcando o momento de festejar a performance de cada atleta e também o desfecho de sucesso do circuito que marcou a história de corrida de rua no país.

Todos os participantes da corrida receberam medalha e certificado digital. O quarto e quinto lugar foram premiados com troféu. A premiação em dinheiro ficou para a terceira, segunda e primeira colocação. A Corrida Digital, que faz parte do circuito Rota das Estações, foi concebida para estimular o cuidado com a saúde e a prática do esporte preservando o distanciamento, que é o meio mais seguro de evitar a disseminação do novo coronavírus. A disputa inicial aconteceu em junho, em Campo Grande, e Bonito foi a primeira cidade do interior a receber a prova.

Primeiras colocadas no percurso de 10 quilômetros (Foto: Jordan Matos/Marketing Rede MS) Rodrigo Sobral, de Dourados, fez o melhor tempo nos 5 quilômetros com 16’21". Na corrida de rua há cinco anos e já tendo participado da Rota das Estações, ele ponderou sobre a organização. "Prova bem organizada, que trouxe muita expectativa para quem gosta de correr e incentivo. Foi uma emoção participar", afirma. Já no feminino Dulcileia Bruno, que mora em Paranhos, fez o tempo de 21’26". Ela deixou de lado o futebol e a zumba e se dedica a corrida há apenas cinco meses. "A Corrida Digital foi uma prova inovadora que prestou todo cuidado com o corredor, sem aglomeração. Foi ótimo participar e estarei nas próximas", ressalta.

No trajeto de 10 quilômetros Lucas do Nascimento fez o melhor tempo com 33’41". Pernambucano, ele mora na Capital e foi incentivado a correr pelo pai que também é corredor. Lucas já perdeu as contas das corridas que participou, mas sobre o modelo inovador da Corrida Digital de Bonito ele foi enfático. "Foi uma emoção diferente", pontua. No feminino de 10 quilômetros Janine de Oliveira fez em 41’22". De Iguatemi, a jovem se identificou com a atividade há dois anos. "A Corrida de Bonito foi maravilhosa e bem organizada. Gostei muito da ideia de correr com distanciamento e o desafio é com você mesmo", ressalta.

Vencedores da prova de 10 quilômetros (Foto: Jordan Matos/Marketing Rede MS) E entre os corredores o terceiro lugar dos 10 quilômetros ficou com um atleta paraolímpico. Yelsin Jacques, que tem baixa visão, fez em 33’41". Na premiação o corredor era só emoção. "Foi uma honra disputar a Corrida Digital com todos esses atletas que estão aqui hoje comigo. Fiz o percurso com minha esposa me acompanhando de bicicleta. A Corrida foi uma iniciativa linda e um exemplo para todo o Brasil", reforçou.

E todo esse sucesso aconteceu porque a Corrida Digital teve parceiros de peso no universo esportivo. Para José Carlos Rigo, assessor técnico de lazer do Sesc, "foi uma iniciativa assertiva, que seguiu todos os protocolos, atendeu os regramentos para a prática da atividade física garantindo a segurança de todos os participantes". Outra parceria importante segue com a Fundesporte. Segundo o gerente da Fundação de Desporto e Lazer de MS, Rodrigo Miranda, "a Corrida de Bonito mostrou que a prova tem potencial para ser descentralizada. Tem estrutura, tem protocolos e leva o esporte com responsabilidade para todas as regiões. Estaremos juntos em Três Lagoas, próximo ponto da prova", pondera

Lara Radeke entrega prêmio da Neo Esportes para corredora de Maracaju sorteada no Instagram (Foto: Jordan Matos/Marketing Rede MS) Também nesta quinta-feira foi entregue o prêmio da empresa parceira Neo Esporte para uma corredora da cidade de Maracaju que foi sorteada na promoção do Instagram. "Durante os três dias de prova os corredores participaram enviando fotos, marcando, enfim mostrando comprometimento e alegria de disputar a Corrida Digital", relata a empresária Lara Radeke que presentou a corredora Talita Krul com tênis, short e uma camiseta para a prática da atividade.

Para os atletas que participaram ficou, acima de tudo, a experiência de fazer parte de uma prova inovadora que reinventou a disputa de uma corrida de rua diante do momento de pandemia de Covid-19. Outro ponto é o caráter solidário. Do total arrecadado com as inscrições, parte será doada para uma instituição de assistência social de Bonito. A próxima edição da Corrida Digital será levada para Três Lagoas.

Envie seu Comentário