Clube da Insonia
Clube da Insonia
Com Ionam

Massa de ar polar continua no MS e com nova possibilidade de geada nesta quinta

12/07/2018 07h19

Fonte: Redação

A massa de ar polar provocou queda expressiva nas temperaturas em Mato Grosso do Sul nesta madrugada e onze municípios tiveram registro de temperaturas abaixo de 5°C com indícios de geada fraca a moderada intensidade. O município de Rio Brilhante registrou temperatura mínima recorde de 0,1°C as 7 horas local com registro de geada forte. Amambaí, Bela Vista e Maracaju tiveram registro de geada moderada e os demais municípios apresentaram geada de fraca intensidade.

Clique aqui para ver a tabela de temperaturas mínimas no Estado.

A geada é um fenômeno da natureza que ocorre quando se formam camadas finas de gelo sobre as plantas ou outras superfícies lisas, em outras palavras, sendo o orvalho congelado. Normalmente, está relacionada com passagens de frentes frias e costuma ocorrer nas madrugadas de noites frias, estreladas e calmas.

Abaixo a classificação da geada em relação as temperaturas:

Fraca: entre 3°C a 5°C; Moderada: entre 1ºC a 3°C; Forte: abaixo de 0°C. O município de Camapuã (região norte do MS) foi o município que registrou a menor sensação térmica do Estado com temperatura mínima de 5,2°C, ventos que chegaram a 25 km/h e a sensação térmica chegou a -5°C as 6 horas local. Já na capital, a temperatura mínima chegou a 7,1 °C, ventos de 33 km/h e com sensação térmica de -4°C as 7 horas local.

A massa de ar frio ainda deve continuar a atuar nessa semana, com possibilidade de geada nos municípios da região sul do MS na madrugada de quinta-feira (12) com estimativa de 2°C de mínima e com elevação das temperaturas ao longo do dia com a máxima podendo chegar a 30°C.

O ar frio poderá enfraquecer a partir de sexta-feira (13) elevando as temperaturas gradativamente ao longo da semana. Há previsão de mudanças no tempo entre os dias 20 e 21 de julho com uma nova frente fria, reduzindo as temperaturas e trazendo possibilidade de chuva para todas as regiões do Estado. Vale lembrar que as informações estão sujeitas a atualizações.

Envie seu Comentário