Noticidade (Local)
Noticidade (Local)
Com Antônio Coca e Lia Nogueira

Homem, preso por pedofilia, tinha fotos de crianças, calcinhas e cuecas infantis

17/02/2017 07h03

A PF (Polícia Federal) encontrou várias calcinhas de crianças na casa do homem de 37 anos, morador em Caarapó, acusado de pedofilia. Ele foi identificado pela equipe policial após denúncias dos pais de uma criança de dez anos, moradora em Dourados, sobre conversas do acusado com envio de pornografia a garota.

Segundo o site Dourados News, as investigações do crime duraram quase um mês. Os esclarecimentos da ação policial foram cedidos pelos delegados da PF Nivaldo Lopes da Silva e Denis Colares.

Foi constatado que o homem fazia o envio de imagens e vídeos pornográficos com crianças e adolescentes, sendo que durante mandato de busca e apreensão foram encontrados muitos desses arquivos no notebook do acusado.

"Pedimos que ele abrisse o notebook e logo de início já foi possível notar várias fotos de crianças nuas e depois vídeos pornográficos também com menores", disse o delegado da PF, Denis Colares.

Ainda conforme o Dourados News, foram encontradas várias calcinhas infantis no quarto do acusado, sendo que dessas, uma aparentemente parecia usada.

Diante dos flagrantes, ele confessou que adicionava crianças e adolescentes no Facebook e enviava materiais libidinosos, o que ocorria também via telefone, no entanto, afirmou que não teve relações com os menores, sendo que também não os encontrou.

A polícia segue com as investigações e realizará perícia técnica nos materiais encontrados. Não foi possível chegar a um número de menores que o homem tenha aliciado e não é descartado que ele tenha tido conjunção carnal com algum deles, fatores que serão investigados.

O homem morava com familiares e no momento estava desempregado.

A polícia afirma que ele diz "que deve ter alguma doença causando atração por crianças" quando questionado pelo crime.

Ele foi preso, teve fiança arbitrada em R$ 1 mil pelo artigo 241 B do Estatuto da Criança e Adolescente que consta sobre "Adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente".

As investigações do caso continuarão.

Alerta

A Polícia Federal afirma que a operação continua com o foco de proteção as crianças e adolescentes. Nesse âmbito, é enfatizado pelo órgão um maior alerta por parte dos pais em relação quando ao uso de smartphones e computadores por menores.

"É preciso que estejam atentos, nesse caso, chegamos ao crime por denúncia da mãe e deixamos esse alerta pois as vezes os pais estão achando que os filhos estão brincando na internet, mas, podem estar sendo aliciados", disse Colares.

Ainda conforme ele, muitos pais estão "terceirizando a função do cuidado e atenção ao meio cibernético, o que é perigoso".

Há o alerta quanto a situações como mudança de comportamento ou atitudes dos menores como esconder os aparelhos.

O telefone da PF de Dourados para denúncias de pedofilia é o (67) 3420-1700.

Fonte: Dourados News

Envie seu Comentário