Cidade Mix (Top 30)
Cidade Mix (Top 30)
Com Wagner Mota

1ª Caminhada da Adoção em Dourados será no dia 21 de maio

17/05/2017 10h43

Fonte: Redação

No dia 25 de maio se comemora o Dia Nacional da Adoção, uma data importante para se lembrar de um direito regulamentado e garantido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) a todas as crianças que não têm mais a proteção dos pais biológicos. Para lembrar a data, na comarca de Dourados será realizada uma caminhada no próximo domingo, dia 21 de maio, com concentração a partir das 9 horas, na Praça Antonio João. O percurso será pela Rua Presidente Vargas até o Parque dos Ipês. Além da manifestação, haverá sorteio de brindes e recreações para as crianças.

Eventos como a caminhada estão programados em diversas cidades do Brasil, todos no mesmo dia, com a finalidade de dar visibilidade à causa da adoção. Em Dourados, a caminhada exigiu a parceria entre o Projeto Adotar, da Vara da Infância e Juventude; do Grupo de Apoio à Adoção - GAAD Adotar e do Ministério Público.

Os interessados que desejarem colaborar com a causa, além de participar da caminhada, podem adquirir uma camiseta do evento. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 99926-4529 e 99195-2700.

Interior – O Dia Nacional da Adoção foi criado em 1996, na primeira edição do Enapa (Encontro Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção). Mais de duas décadas depois, Mato Grosso do Sul já tem sete grupos de apoio à adoção e todos estão preparando algum tipo de atividade para marcar a data.

Na Capital, o Grupo de Estudo e Apoio à Adoção VIDA pretende fazer um piquenique no dia 21. Os grupos de apoio de Corumbá e Bataguassu farão caminhadas pelas principais ruas dessas cidades. A de Corumbá será no dia 20 e a de Bataguassu no dia 21.

O Grupo de Apoio à Adoção Manjedoura (GAAM), de Coxim, o primeiro do Estado, completará 15 anos no dia 29 e pretende fazer um evento especial comemorativo às duas datas – a juíza Katy Braun do Prado, Coordenadora da Infância e Juventude de MS, fará palestra no evento.

Em todas as movimentações, o presidente do Tribunal de Justiça de MS, Des. Divoncir Schreiner Maran, demonstrou apoio, sensibilizado com a causa. No Brasil, mais de 45 mil crianças e adolescentes estão em situação de abrigamento, porém, apenas 4.800 estão disponíveis para adoção.

Envie seu Comentário